Artigos

TAL ÁRVORE, TAL FRUTO

 

“Naquele, porém, que guarda a sua palavra, o amor de Deus é plenamente realizado. O critério para saber se estamos com Jesus é este: quem diz que permanece nele, deve também proceder como ele procedeu”. (I Jo2, 5-6)

 

 

O que concerne esta expressão: “Permanecer nele”? Costumamos dizer que conhecemos uma árvore pelos frutos que esta produz. Algumas delas resistem a temperaturas mais elevadas, ventos fortes, chuvaradas, outras, porém, necessitam de sombra, água fresca, calmaria. Cada uma tem sua função no ecossistema. Não podemos mudar seu habitat, caso contrário não sobreviverá.

 

Na nossa vida é assim. Cada um tem um jeito próprio de se portar. Tantas vezes queremos que as pessoas mudem para adaptarem-se ao nosso modo de ser. Lembro aqui que, algumas até resistirão a pressões, dificuldades, cobranças, mas outras não. Estas últimas são mais sensíveis, carecem de mais atenção, cuidado e até mesmo de delicadezas. Precisamos além de conhecê-las, amá-las como são.

 

Então o que fazer? Necessitamos esperar o tempo de crescimento e amadurecimento de cada uma delas, como também respeitar o jeito próprio que foi sendo adquirido enquanto sua estadia na terra. Pois afinal, elas devem configurar-se a Cristo e não a nós. Se estas procederem como Cristo, certamente estarão nele. Se até mesmo por pressão, agirem para chamar atenção, satisfazer a vontades dos outros, longe estará de suas raízes.

 

Foquemos o nosso olhar em Cristo, nossa referência, nosso modelo por excelência, e meçamos a qual distância estamos Dele. A forma mais simples de fazer isto é quando examinamos nossa consciência e ao deparamos com nossas atitudes, palavras, sentimentos, pensamentos, fazemos o confronto com a vida de Cristo. Elas funcionam como sendo nossos frutos e por eles poderemos saber se estamos perto de alcançarmos nossa meta: ser como Ele. Se antes de fazer qualquer coisa refletíssemos apenas um pouco como Cristo agiria, pensaria, sentiria ou falaria perante tais situações, nossa vida com certeza seria mais parecida com a Dele.

 

Que o Senhor nos conceda a graça de sermos reconhecidos como seus filhos, principalmente, por tamanha semelhança que temos com Ele. Que nossos frutos tornem-se visíveis e totalmente interligados a Bendita Árvore que o produziu.

 

 

Ismara Gomes de Sousa

Consagrada de Vida da Comunidade Remidos no Senhor

SOBRE

Fundada há 25 anos, a Comunidade Remidos no Senhor é Canonicamente Reconhecida como uma Associação Privada de Fiéis de Direito Diocesano.

CONTATOS

Fixo: 83 3322-5403

Fixo: 83 9 9846-1116

FALE CONOSCO